Lorem Pixel
ENCONTRO FOTOWEB
uma idéia que tornou-se realidade, reunindo 800 pessoas por uma semana e dando origem à Coleção Fotoweb 2017
A IMAGEM REVELADA

grandes fotógrafos em depoimentos
exclusivos
num evento
grátis e online!

conheça abaixo os participantes e inscreva-se para 2018
Imagem

ANDRÉ CYPRIANO

Vivendo entre a Ilha Grande, em Angra do Reis, e Nova Iorque, tem o seu trabalho voltado ao que ele chama de documentário autoral. Autor de vários livros, entre eles " O Caldeirão do Diabo", impressionante relato das condições de vida no extinto presídio da Ilha Grande e "Rocinha", imersão no quotidiano da favela, seu trabalho tem um profundo sentido humano e ganhou inúmeros prêmios e bolsas internacionais
Imagem

ARAQUÉM ALCANTARA

Celebrado como um dos precursores da fotografia ecológica no país, Araquém Alcântara já publicou 49 livros, tendo ainda participado de uma vintena de obras coletivas e realizado mais de meia centena de exposições individuais. Seu livro Terra Brasil (Editora DBA e, em seguida, Edições Melhoramentos, 1998) é o livro de fotografia brasileiro mais vendido de todos os tempos, tendo ultrapassado a marca dos 100 mil exemplares.
Imagem

ARNALDO PAPPALARDO

Formado em arquitetura (FAU/USP), em 1979, começou a trabalhar com fotografia publicitária um ano mais tarde. Recebeu o prêmio Revelação da Associação Paulista dos Críticos de Arte (Apca), em 1984, ano em que faz sua primeira exposição individual no Masp. Participou do Rencontres Internationales de la Photographie (1991), em Arles, França e recebeu diversos prêmios internacionais. Em 2008, publica o livro Tensão Calma, com as fotos da exposição que realiza na Pinacoteca de São Paulo.
Imagem

BOB WOLFENSON

O mais conhecido fotógrafo de moda brasileiro teve seu primeiro contato com a fotografia como assistente de estúdio da Editora Abril. Após alguns anos, sentindo necessidade de evoluir foi a Nova Iorque para ser assistente de Bill King, um dos grandes nomes da moda americana na época. Voltando ao Brasil não parou nunca mais de fotografar para revistas de moda e publicidade, além de ter realizado inúmeras exposições e publicado diversos livros.  
Imagem

CASSIO VASCONCELLOS

Dono de um dos mais importantes trabalhos autorais do Brasil, iniciou sua trajetória na fotografia em 1981, com um curso na escola Imagem-Ação. Com dezenove anos já tinha exposto nos principais museus nacionais. Após uma passagem pelo fotojornalismo e pela publicidade resolveu dedicar-se ao seu trabalho pessoal, que já foi exibido mais de 190 vezes em 20 países. 
Imagem

CRIS BIERRENBACH

Começou a fotografar profissionalmente em 1989 como repórter, após um período de estudo e prática de laboratório enquanto cursava  a universidade.  A fotografia tornou-se desde então o seu meio de expressão, levando-a a colaborar para uma série de revistas, entre as quais a Revista da Folha, da qual participou do projeto de implantação. Paralelamente desenvolvia seu trabalho artístico, participando de muitas exposições até que decidiu dedicar-se exclusivamente ao seu trabalho artístico.
Imagem

CRISTIANO MASCARO

Formado em arquitetura pela FAU/USP, começou a interessar-se por fotografia na universidade. Repórter da revista Veja nos anos 60, no jornalismo criou o hábito de circular pelo espaço urbano, tendo concentrado com o passar do tempo o foco do seu trabalho na arquitetura das cidades e na sua relação com o homem. Publicou dezenas de livros, realizou muitas exposições inclusive internacionais, e criou para si um espaço único no panorama da fotografia brasileira.
Imagem

DU RIBEIRO

Expoente da época de ouro da publicidade brasileira, especializou-se em fotografias de veículos, tendo feito inúmeras campanhas de lançamento de automóveis e caminhões. Aliando técnica e sensibilidade, seu trabalho se distingue por um toque de elegância e qualidade. Realizou projetos pessoais em Cuba e no Brasil e foi fundador e presidente da Abrafoto, Associação dos Fotógrafos de Publicidade.
Imagem

EVANDRO TEIXEIRA

Decano do fotojornalismo brasileiro, trabalhou 47 anos no Jornal do Brasil, e seu trabalho é um espetacular relato histórico. Entre os momentos marcantes de sua carreira estão a chegada do general Castello Branco ao Forte de Copacabana no golpe militar de 1964, a repressão ao movimento estudantil em 1968 e a queda do governo Salvador Allende, no Chile, em 1973, além de um longo trabalho sobre Canudos. Autor de diversos livros, quase todos com edição esgotada.
Imagem

IATÃ CANNABRAVA

Iniciou na fotografia na década de 80 como fotojornalista e professor, tendo publicado vários livros de trabalhos pessoais. Diretor do Festival Paraty em Foco por dez anos e coordenador do Forum Latino Americano de Fotografia, inaugurou em 2016 o Festival Valongo em Santos, além de ter criado o Estudio Madalena, que ministra cursos e workshops, e a Editora Madalena, que já publicou importantes livros de fotografia contemporânea.
Imagem

JOÃO MACHADO

Natural de Xique-Xique (BA), deixou sua terra natal aos 19 anos em busca de trabalho em São Paulo. Iniciou na Fotografia em 1993 como autodidata e tendo como referencia trabalhos publicados na extinta Revista Iris Foto. Em 1997 realizou o primeiro ensaio, intitulado “Olaria”,  e a partir de então concentrou sua atenção no sertão baiano de suas origens, onde retorna várias vezes ao ano trazendo imagens plenas de vida e poesia, tema da sua exposição individual na Galeria Nikon, em São Paulo.
Imagem

JOSÉ BASSIT

Fotógrafo desde 1985, já teve seus trabalhos publicados nos principais jornais e revistas brasileiros. Em 2003 publicou o livro "Imagens Fiéis" (Editora Cosac&Naify), sobre a religião e a fé do povo brasileiro. Suas obras integram acervos de instituições como a Pinacoteca do Estado de São Paulo e o Museu de Arte de São Paulo. Realizou diversas exposições individuais e participou de coletivas na Inglaterra, Alemanha, França e Bélgica.
Imagem

JUAN ESTEVES

Como muitos fotógrafos iniciou com o fotojornalismo,  interessando-se logo no início pelo retrato, que tornou-se o seu tema principal e quase obsessivo, fotografando por décadas artistas, músicos, fotógrafos e personalidades estrangeiras que passaram pelo Brasil. Exerceu as funções de editor e crítico de fotografia no jornal " A Folha de São Paulo" e hoje tem um blog onde publica notícias e críticas de livros e exposições de fotografia.
Imagem

LUCAS LENCI

Neto e filho de fotógrafos, a fotografia tornou-se um opção natural de vida e trabalho. Participou de diversa exposições e publicou 3 livros. Juntamente com Cassio Vasconcelos e André Andrade fundou a Fotospot, galeria de fotografia on line que teve por um período uma loja física num Shopping Center e participa das principais feiras de arte e fotografia contemporânea. Neste depoimento aborda a questão do mercado fotográfico e a dinâmica da galeria, que congrega alguns dos mais importantes fotógrafos brasileiros.
Imagem

LUIS CRISPINO

Ingressou na fotografia como assistente de Miro, fotógrafo de moda que influenciou gerações  e ainda hoje atuante. Contratado pela Editora Abril passou por várias revistas e acabou por se especializar em moda e beleza, tendo colaborado pot um longo período com as revistas Playboy, Vogue e Elle entre outras, além de campanhas de publicidade para grandes agências.

Imagem

MIGUEL RIO BRANCO

Provavelmente o fotógrafo brasileiro reconhecido há mais tempo no exterior,  é também diretor de cinema e criador de instalações multimídia. Fez parte da mítica agencia Magnun, fundada por Cartier-Bresson e trabalhou intensamente na Europa e Américas desde o começo de sua carreira, em 1964, com uma exposição em Berna, Suiça. Autor de inúmeros livros e exposições internacionais, é uma referência obrigatória na fotografia autoral.


Imagem

NAIR BENEDICTO

Sempre ligada à questão social, formou-se em Rádio e Televisão na USP em 1972, e logo passou à fotografia. Em 1979 fundou a Agência F/4 de Fotojornalismo, com Juca Martins, Delfim Martins e Ricardo Malta, que promoveu a discussão dos problemas da categoria como direito autoral, crédito obrigatório e tabela de preços mínimos. Em 1991, desligou-se da F/4 e integrou a equipe fundadora do NAFoto, que promoveu o Mês Internacional da Fotografia de São Paulo, evento bienal que durou 20 anos.
Imagem

RUY TEIXEIRA

Especializado em design e arquitetura, voltou ao Brasil depois de 25 anos na Italia, onde trabalha ainda hoje. Tendo colaborado por anos com as mais conceituadas revistas internacionais do setor, seu trabalho tem um caráter original e inovador. Publicou recentemente  o livro "Desenho da Utopia", associando ícones do mobiliário brasileiro com obras de arte em uma livre interpretação.
Mairo Vergara
Sobre o AutorFotógrafo e cineasta, Roberto Cecato retornou ao Brasil em 2012 após 21 anos de trabalho na Europa. A partir de 2016 decidiu compartilhar a sua experiência através de um blog e um canal no YouTube.
Com a generosa colaboração de alguns dos maiores nomes da fotografia brasileira, o Encontro Fotoweb dá continuidade a esse processo, contribuindo para levar conteúdo de qualidade a quem ama a fotografia.